27 de outubro de 2009

Giga Pan, 360º e Little Planets.

 Veja técnicas e projetos que usam a ideia de panorama para desenvolver efeitos impressionantes.

  A fotografia panorâmica que abrange uma visualização da imagem de um ângulo maior que o tradicional é a precurssora da 360º e dos Little Planets.
 Baseada na técnica em que múltiplas imagens tiradas de ângulos diferentes no eixo horizontal, esse tipo de fotografia é muito utilizado para o registro de belas paisagens e eventos com grandes multidões.

 Um exemplo bem legal com a utilização de Panorâmicas é o Gigapan, projeto que registra fotografias com um equipamento especial, o Epic 100, em Gigapixel. Cria-se assim panorâmicas de enorme resolução possibilitando uma gigantesca aproximação com qualidade, como vemos nas fotos abaixo da posse de Obama e de um mergulhador num maravilhoso cenário natural.


Clique na imagem para ampliá-la.    
                                   
 Apesar de existir desde 1957, as máquinas 360º ganharam outra utilidade senão as fotos panorâmicas.
 Com alguns aperfeiçoamentos desenvolveu-se um equipamento capaz de tirar fotos com giro total em todos os eixos. Essas fotos que só podem ser visualizadas em computador dão ao observador a possibilidade de ver tudo o que estava em volta, em cima e em baixo do local onde estava a câmera. Você pode visualizar algumas dessas fotos no site do artista especialista Ayrton.

 A partir das fotos 360º surgiu o conceito de Little Planet ['Pequeno Mundo'], aonde essas fotos são distorcidas de forma que componham uma pequena esfera causando esse efeito de pequeno mundo.
Abaixo estão algumas fotos usando paisagens cariocas do site Little Planets.


Clique na imagem para ampliá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário