14 de outubro de 2009

Flash Mobs - Protesto, propaganda, ou diversão?

''Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social.''  Wikipedia

 Pode acontecer de você estar andando na rua a caminho do colégio e perceber que derrepente entrou no meio de uma luta ninja, ou então quem sabe você estava esperando o metrô para o trablalho quando todos na estação começam a dançar como numa grande discoteca. Pode acontecer.
 Os flash mobs, como nos diz o sábio domínio wikipedia, são aglomerações instantâneas de pessoas em locais públicos para realizar uma ação inusitada atraindo olhares dos civis que por ali passam. Podem ser usados como forma de protestos como o que aconteceu no Rio contra a proibição de Raves, como forma de propaganda utilizando as novas mídias, como o da T-Mobile em Londres ou até mesmo diversão, como a guerra de travesseiros em Nova York. Apesar de estarem se tornando comuns, o termo existe desde 1800.
  O pioneiro na organização de flash mobs como os que conhecemos hoje foi o Jornalista Bill Wasik mandando a partir do e-mail themobproject@yahoo.com uma mensagem avisando à uns 50 amigos sobre uma mobilização diferente, o plano acabou sendo sabotado por algum estraga prazeres que chamou a polícia e a primeira mobilização a acontecer de verdade foi em 2003 numa loja de departamentos aonde um grupo foram até o andar de tapetes alegando morar juntos num depósito ali perto e querer comprar um 'tapete do amor'.
  Veja abaixo exemplos de flash mobs recentes:





Nenhum comentário:

Postar um comentário